O Santuário Fushimi Inari e seus famosos portais vermelhos

2020.03.31

Blog e notícias

O Fushimi Inari é um importante santuário xintoísta na província de Quioto.

Ele é famoso por seus milhares de portais vermelhos – torii – que se estendem por uma rede de trilhas atrás das construções principais. As trilhas levam ao bosque do sagrado Monte Inari, de 233 metros de altura, que faz parte da área do santuário.


O famoso túvel de torii

O Fushimi Inari é o mais importante de vários milhares de santuários dedicados a Inari, o deus xintoísta do arroz. Dizem que as raposas são as mensageiras de Inari, resultando em muitas estátuas do animal por toda a área do santuário. O Fushimi Inari tem origens antigas, precedendo a mudança da capital para Quioto em 794.

Enquanto a razão principal para os estrangeiros visitarem o Fushimi Inari seja explorar suas trilhas de montanhas, as construções do santuário também são atrativas.

Na entrada no santuário está o Portal Romon que foi doado em 1589 pelo famoso líder Toyotomi Hideyoshi. Atrás dele fica o salão principal do santuário (honden) onde os visitantes devem demonstrar respeito à divindade residente ao fazer uma pequena oferenda.


O Romon

Bem no fundo da área principal do santuário fica a entrada para a trilha de hiking coberta por portais vermelhos, a qual começa com dois arcos de portais densos e paralelos chamados de Senson Torii – milhares de portais.

Os portais ao longo da trilha toda são doações feitas por indivíduos e empresas e você encontrará o nome do doador e a data de doação inscritos atrás de cada portal. O custo começa em 400 mil ienes por um portal de tamanho pequeno e aumenta para mais de um milhão de ienes para um portal maior.

A subida até o cume da montanha e a volta levam em torno de duas a três horas, no entanto, os visitantes ficam à vontade para caminhar até onde eles desejam e voltar.


O local recebe a visita de muitas pessoas

Ao longo do caminho, há vários santuários menores com muitas miniaturas de portais que foram doados por visitantes com orçamentos menores.

Há também alguns restaurantes ao longo do caminho os quais oferecem pratos temáticos locais, como o Inari Sushi e o Kitsune Udon (Udon da Raposa), ambos incluindo pedaços de aburaage (tofu frito), o qual dizem ser o alimento favorito das raposas.


A estátua de uma raposa

Após uma subida de 30 a 45 minutos e uma descida gradual na densidade dos portais, os visitantes chegarão à intersecção Yosutsuji, metade do caminho acima na direção da montanha, onde belas vistas de Quioto podem ser apreciadas e a trilha se divide em uma rota circular até o cume.

Muitos montanhistas só se aventuram até essa parte, visto que as trilhas não oferecem muita variação além desse ponto e a densidade do portal diminui ainda mais.

Fushimi Inari Shrine (伏見稲荷大社 Fushimi Inari Taisha)

A entrada no santuário é gratuita

Site para informações: inari.jp (toque para abrir, em japonês e inglês)

http://inari.jp/en/

Toque aqui para abrir o mapa e ver a localização

https://www.google.com/maps/place/Fushimi+Inari-taisha/@34.9671402,135.7726717,15z/data=!4m5!3m4!1s0x0:0x7b1aca1c753ae2e9!8m2!3d34.9671402!4d135.7726717